5 coisas que não pode perder na sua visita a Marraquexe

Desfrute de uma cidade fascinate e misteriosa

0 comentários

Situada no sul de Marrocos, no sopé da Cordilheira do Atlas, encontrará Marraquexe, uma das principais cidades do país. Entre as suas maravilhas, muitas delas classificadas pela UNESCO como Património da Humanidade, Marraquexe alberga o maior souk do país e uma das praças mais concorridas de toda a África, para não dizer do mundo. Para que a essência de uma das quatro cidades imperiais de Marrocos impregne a sua viagem, o blog da Logitravel traz-lhe as 5 coisas que não pode perder na sua visita a Marraquexe. Desfrute da magia da cultura marroquina!

A PRAÇA DE JEMAA EL-FNA

A Praça de Jemaa el-Fna é o coração da grande Medina de Marraquexe. É lá que converge a grande maioria das ruelas da zona. A praça vai ganhando vida à medida que o dia nasce, enchendo-se de vendedores ambulantes de todos os tipos de produtos locais, bem como de artistas, tais como encantadores de serpentes, músicos e faquires. Ao anoitecer, os espetáculos adquirem um maior protagonismo, a que se juntam fantásticas barracas de comida típica, cozinhada no momento. Contemplar a transformação diária da Praça de Jemaa el-Fna, enquanto toma chá numa das suas cafetarias, será uma delícia para os sentidos.

Praça de Jemaa El-fna

OS SOUKS DE MARRAQUEXE

Os souks de Marraquexe são mercados tradicionais que se situam junto à parte norte da Praça de Jemaa el-Fna. Trata-se de um labirinto de ruelas onde poderá encontrar todos os tipos de produtos locais, tais como lanternas tradicionais marroquinas, tapetes, babuchas, jelabas, conjuntos de chá e produtos gastronómicos, ou de saúde e beleza, entre muitos outros artigos. O souk está dividido em secções, batizadas conforme o tipo predominante de atelier de artesanato ou de mercadoria lá comercializada. Recomendamos que se deixe levar pela magia destes mercados fervilhantes, e não se esqueça de regatear os preços com os mercadores!

Souks

OS RIADS

Para dar um sublime toque de autenticidade à sua estadia em Marraquexe, nada melhor que ficar alojado num dos riads da Medina. Os riads são casas ou palacetes típicos de Marrocos, recuperados e adaptados como alojamento, que se caracterizam por albergar encantadores pátios interiores, em redor dos quais estão distribuídos os quartos e zonas comuns. Contam habitualmente com cerca de cinco quartos, o que lhes permite oferecer um tratamento muito próximo. Os seus pequenos-almoços deliciosos, o cheiro das plantas naturais, proveniente do pátio, e as vistas sobre a Medina proporcionadas pelas suas varandas irão certamente deixá-lo maravilhado.

Riads

MELLAH, O ANTIGO BAIRRO JUDEU DE MARRAQUEXE

Na zona sula da Medina, encontramos o Mellah, ou antiga judiaria de Marraquexe. Criada em 1558, converteu-se, devido às circunstâncias da época, numa das maiores comunidades judaicas de Marrocos. O Mellah alberga um famoso mercado coberto, as sinagogas de Negidim e Alzama, e o cemitério judaico de Miâara. Também o Museu de Marraquexe conta com uma grande coleção de objetos e mobiliário judaico. Sem dúvida, uma das zonas mais interessantes da cidade.

Mellah

A MESQUITA KOUTOUBIA

Esta mesquita destaca-se como uma das maiores do mundo árabe. Com quase setenta metros de altura, o seu minarete de base quadrada, datado do final do século XII, é o edifício mais alto de Marraquexe. No seu tempo, constituiu um modelo para a Giralda de Sevilha e a Torre Hassan de Rabat. Apesar de a entrada estar vedada aos não muçulmanos, vale a pena contemplar a mesquita desde as suas proximidades, bem como utilizá-la como ponto de referência para evitar perder-se no emaranhado urbano da zona.

Mesquita Koutoubia

Escreva seu comentário

0 Comentários

O que você acha?