As tradições natalícias mais curiosas do mundo

Conheça como se vive a tradição do natal em outros países

0 comentários

Todos os anos, a celebração do Natal reúne-nos à mesa, seja em casa dos nossos avós, tios, pais, ou até na nossa própria. A família concentra-se num mesmo ponto geográfico para desfrutar de tempo passado em conjunto, pôr a conversa em dia e trocar presentes. Poderá parecer-nos surpreendente, mas cada recanto do mundo tem a sua forma própria de celebrar o Natal. Isto deve-se, sobretudo, aos diferentes costumes e religiões de cada lugar. Descobrir a tradição natalícia de outra cultura pode ser algo maravilhoso, sobretudo se vivido na primeira pessoa, e é por isso que neste artigo lhe trazemos algumas das tradições natalícias mais curiosas do mundo. Desfrute ao conhecer outras culturas!

POLÓNIA, DOZE PRATOS E UM POSSÍVEL VIAJANTE PELO NATAL

Na Polónia, o Natal começa com o Advento e conta com numerosos detalhes merecedores da nossa atenção. A ceia de Natal começa quando é avistada a primeira estrela da noite. São preparados doze pratos (todos têm de ser provados) que simbolizam a sorte para os doze meses seguintes ou, para os católicos, os doze apóstolos. A carpa é habitualmente o prato principal, e dita a tradição que as suas escamas darão boa sorte àqueles que as trouxerem consigo. É deixado um lugar livre à mesa, seja para um possível viajante que se possa apresentar, seja em representação daqueles que não estão presentes.

Tradição natalícia na Polónia

GANA, O NATAL MAIS ANIMADO E COLORIDO

Falam-se mais de setenta línguas no Gana, sendo que cada grupo alberga as suas próprias tradições natalícias. É curiosa a forma como os serviços da Igreja organizam na véspera de Natal uma festa com percussão e baile, convidando as pessoas a dançar e desfrutar em conjunto. No dia de Natal, as pessoas acodem às igrejas, vestidas com trajes tradicionais, muito coloridos, para depois realizarem a troca de presentes em suas casas. Visitar o Gana durante o Natal é uma oportunidade perfeita para desfrutar dos costumes deste bonito país.

Celebração do Natal no Gana

CHINA, AS GRANDES METRÓPOLES TRANSFORMAM-SE PARA O NATAL

Mais de 1% da população chinesa é cristã, pelo que o Natal se celebra, essencialmente, em grandes centros urbanos. Os adornos são semelhantes aos europeus e cantam-se vilancetes, ainda que poucos os entendam bem. Para os casais jovens, estas datas simbolizam eles mesmos serem o presente de um para o outro. Um facto curioso é a maioria das árvores e adornos natalícios que compramos serem fabricados na China, apesar de eles pouco os utilizarem.

Decoração de Natal nas ruas na China

AUSTRÁLIA, UM NATAL EM FATO DE BANHO E ÓCULOS DE SOL

Nada melhor que celebrar o Natal em pleno verão, com presentes, sol e praia na mesma altura do ano. As casa e jardins australianos adornam-se ao mais puro estilo norte-americano. Quando o Pai Natal chega à Austrália, troca as suas renas por cangurus e veste-se mais de acordo com o clima estival. Por ser uma altura do ano em que os incêndios abundam, muitos australianos optam por fazer voluntariado no apoio aos trabalhos de extinção do fogo.

Natal na Austrália

ARGENTINA, VÈSPERA DE NATAL COM CHURRASCO

Também o clima da Argentina é cálido durante as festas natalícias. Como parte da tradição católica, os argentinos incluem a celebração do Advento entre os seus costumes. Próximo das suas árvores de Natal é possível encontrar representações do presépio. A ceia de Natal faz-se habitualmente no exterior, com um grelhador e magníficas carnes de churrasco presidindo à mesa. Após a meia-noite, o céu ilumina-se com os típicos “globos” de papel, com velas ou luzes, semelhantes às lanternas da tradição chinesa. Não lhe faltará um detalhe.

A tradição dos “globos de papel” na Argentina

Escreva seu comentário

0 Comentários

O que você acha?