Planeie as suas visitas às grutas mais bonitas do mundo

Desfrute de atrações subterrâneas fantásticas

0 comentários

Amigos aventureiros! Este artigo foi feito especialmente para vocês. Hoje falamo-vos daquelas viagens às entranhas da terra, onde somente uns quantos terão a sorte de poder chegar. Existe por todo o mundo uma quantidade de grutas de uma beleza indescritível, algumas das quais ainda inexploradas. Imaginam-se a ser os descobridores de algum de estes lugares? Sim, seria grandioso deixar o seu nome associado a uma descoberta… No entanto, como ainda não chegámos aí, trazemos-lhe uma lista de bonitas grutas que não só já estão descobertas como das quais algumas se encontram abertas ao turismo.

 Fechadas ao público:

Gruta de Son Doong (Vietname): Dentro do Parque Nacional Phong Nha-Kẻ Bàng, podemos encontrar mais de 300 grutas diferentes, das quais apenas 20 foram exploradas. Uma delas é a Gruta Son Doong, que com os seus mais de 4,5 km é considerada a maior do mundo (embora ainda não tenha sido explorada na totalidade). Destacam-se as suas estalagmites de mais de 70 m de altura. Devido à perigosidade da gruta e do seu rio subterrâneo, encontra-se de momento encerrada ao público, sendo que, atualmente, apenas um reduzido número de cientistas tem autorização para lhe aceder. 

Gruta de Son Doong

Gruta de Son Doong

Caverna de gelo do vulcão Mutnovsky (Rússia): Esta caverna, que parece retirada de um filme de fantasia, está situada na península de Kamchatka, na Rússia. A sua formação é devida à solidificação de correntes de água que fluem das fontes termais do vulcão Mutnovsky. O gelo acumulado é cada vez mais fino e isto leva a que a luz do sol se infiltre pelo teto, refletindo luz de cores vivas nas paredes de gelo da caverna. Embora seja possível percorrer esta caverna na totalidade, o seu difícil acesso torna-a praticamente inacessível aos turistas. 

Caverna de gelo do vulcão Mutnovsky

Caverna de gelo do vulcão Mutnovsky

Caverna dos Cristais (México): Foi no interior da Mina de Naica, que se descobriu, por acaso, a chamada Caverna dos Cristais, formada por gigantescos cristais de gesso, com mais de 12 m de comprimento, os maiores jamais vistos na Terra. Devido às elevadas temperaturas, de mais de 45º, sentidas no seu interior, esta caverna encontra-se quase inexplorada. Cientistas da NASA descobriram microrganismos com mais de 50.000 anos de idade presos nos seus cristais milenares.

Caverna dos Cristais

Caverna dos Cristais

Abertas ao público:

Reed Flute Cave (China): Conhecida como “palácio das artes naturais”, é uma das grutas com estalactites e estalagmites mais impressionantes do mundo. A erosão da água levou a que as rochas adquirissem formas distintas, evocando elementos naturais como cogumelos, pinheiros e outros. Serviu como inspiração para o filme Star Wars e a sua iluminação artificial reflete um mundo de arco-íris no seu interior. É ainda possível encontrar nas suas rochas inscrições a tinta de poemas antigos.

Reed Flute Cave

Reed Flute Cave

Grutas de Batu (Malásia): Grutas de pedra calcária, formadas há mais de 400 milhões de anos, são hoje em dia um dos santuários hindus mais importantes do mundo e um dos destinos de maior afluência turística na Malásia. Existem 3 grutas principais, com templos, santuários e macacos! À sua entrada, encontramos uma grande escada desde onde nos saúda uma enorme estátua, com 42 metros de altura, do deus hindu Murugan.

Grutas de Batu

Grutas de Batu

 Waitomo Glowworms (Nova Zelândia): O curioso de esta caverna de pedra calcária é o seu interior ser habitado por insetos brilhantes da família dos pirilampos, que segrega uma espécie de fio pegajoso para apanhar as suas presas e que brilha em consequência do reflexo da luz emitida pelo mosquito. Isto faz com que as cavernas, naturalmente escuras, se encham de pequenos pontos brilhantes. A gruta tem 3 níveis, mas nem sempre é possível visitar todos. Um lugar realmente mágico!

Waitomo Glowworms

Waitomo Glowworms

Escreva seu comentário
Tags: , , , ...

0 Comentários

O que você acha?